Febre amarela: você já se vacinou?

No dia 20 de janeiro, o Governo de Minas Gerais decretou Situação de Emergência em Saúde Pública Regional, em vigor pelo período de 180 dias, devido ao registro de casos que estão sob investigação de febre amarela no estado.

 

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde, “desde o início do 2º período de monitoramento da febre amarela, que vai de julho de 2017 a junho de 2018, foram confirmados 22 casos de febre amarela em Minas Gerais, sendo que 16 evoluíram para óbito”.

 

Vacinação

A orientação do órgão é a vacinação em massa. E, para ampliar a cobertura vacinal, o estado liberou verbas para os municípios com casos confirmados da doença. A vacina é recomendada a todas as pessoas, principalmente àquelas que moram ou vão viajar para áreas com indícios de febre amarela, e deve ser administrada pelo menos 10 dias antes do deslocamento para áreas de risco.

 

Procure a UBS mais próxima com o cartão do SUS e vacine-se.

 

Fique atento, a vacina é contraindicada em alguns casos:

  • Gestantes;
  • Pessoas com mais de 60 anos;
  • Crianças menores de seis meses de idade;
  • Pacientes com sistema imunológico debilitado;
  • Pacientes com neoplasia;
  • Pacientes em tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores etc.);
  • Pacientes submetidos a transplante de órgãos;
  • Indivíduos com alergia a substâncias presentes na vacina: ovo de galinha e seus derivados, gelatina bovina ou outras.

 

Quem já tomou pelo menos uma dose da vacina está imunizado.

 

Desde 2016, foi adotada a dose única da vacina contra febre amarela no SUS em Minas Gerais. Isso significa que apenas uma dose é capaz de imunizar por toda a vida, não havendo mais a necessidade de reforço. A medida foi proposta pelo Ministério da Saúde, que recomenda a dose única seguindo orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

Sintomas

Fique atento aos principais sintomas e procure um médico caso seja necessário:

  • Febre;
  • Dor de cabeça;
  • Calafrio;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Dores no corpo;
  • Icterícia (pele e olhos amarelados);
  • Hemorragia (em gengivas, nariz, estômago, intestino e urina).